Digite seu e-mail e receba as novidades do site. A confirmação chegará com nome de feed subscriptions


Termos de Uso e Compromisso

Informamos que os links para filmes antigos, discografias, documentários, coletâneas e livros aqui apresentados estão hospedados na internet sem vínculo ao site. Aqueles que forem baixados, devem permanecer por no máximo 24 horas em posse de qualquer pessoa. O usuário ao baixar qualquer arquivo estará de acordo com os termos aqui descritos e será responsável pela permanência do mesmo em seu computador, sabendo de sua permanência máxima. Os donos, webmasters, usuários e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção deste blog não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar. Você não pode usar este site para distribuir ou arquivar (com permanência superior à 24 horas) nenhum material do qual você não tenha os direitos legais de uso. É de inteira responsabilidade tua cumprir estas regras. COMPRE O MATERIAL ORIGINAL DO ARTISTA, VÁ AO SHOW E PRESTIGIE O TRABALHO DO MESMO.

Fique atualizado


Digite seu e-mail e receba as novidades do site

Perguntas Frequentes


Como baixar?
Filme tá sem legenda?

Vidas Secas (Graciliano Ramos)

download livro vidas secas
Vidas Secas é um romance de Graciliano Ramos, escrito entre 1937 e 1938, publicado originalmente em 1938. O livro, narrado em terceira pessoa, aborda uma família de retirantes do sertão brasileiro condicionada a sua vida subumana, diante de problemas sociais como a seca, a pobreza, e a fome, e, consecutivamente, no caleidoscópio de sentimentos e emoções que essa sua condição lhe obriga a viver e a procurar meios de sobrevivência, criando, assim, uma ligação ainda muito forte com a situação social do Brasil hoje.
Por conta da consciência social que existe no conteúdo do livro, moldada através de uma estrutura dramática, o enredo tem sido analisado pelos críticos por meio da relação do homem com os meios naturais e sociais. De acordo com alguns especialistas, em Vidas Secas Graciliano contornou alguns estilos literários de sua época, o que lhe proporcionou pontos positivos no livro. Graciliano, por exemplo, foi cauteloso nas tradicionais ingerências do narrador opiniático e evitou o protesto ou o panfletarismo (que poderia usar, como outros autores da época, para criticar os aspectos sociais de seu país), o que certos críticos caracterizam como um “estilo seco, reduzido ao mínimo de palavras”.


  • Robson Santos disse:
    17 de May de 2013 às 6:16 pm

    Muito Bom! O livro está completo e o link é direto sem protetores!
    Recomendo

Deixe seu comentário





Current day month ye@r *