Digite seu e-mail e receba as novidades do site. A confirmação chegará com nome de feed subscriptions


Termos de Uso e Compromisso

Informamos que os links para filmes antigos, discografias, documentários, coletâneas e livros aqui apresentados estão hospedados na internet sem vínculo ao site. Aqueles que forem baixados, devem permanecer por no máximo 24 horas em posse de qualquer pessoa. O usuário ao baixar qualquer arquivo estará de acordo com os termos aqui descritos e será responsável pela permanência do mesmo em seu computador, sabendo de sua permanência máxima. Os donos, webmasters, usuários e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção deste blog não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar. Você não pode usar este site para distribuir ou arquivar (com permanência superior à 24 horas) nenhum material do qual você não tenha os direitos legais de uso. É de inteira responsabilidade tua cumprir estas regras. COMPRE O MATERIAL ORIGINAL DO ARTISTA, VÁ AO SHOW E PRESTIGIE O TRABALHO DO MESMO.

Fique atualizado


Digite seu e-mail e receba as novidades do site

Discografia Maria Bethânia

download discografia maria bethânia
Maria Bethânia Viana Teles Veloso, mais conhecida como Maria Bethânia, (Santo Amaro da Purificação, Bahia, 18 de Junho de 1946) é uma cantora brasileira que tem a marca de ser a segunda artista feminina em vendagem de discos do Brasil, sendo a maior da MPB, com 26 milhões de cópias. Atende pela alcunha de Abelha-rainha por causa do primeiro verso da música que dá nome ao LP Mel de 1979.
Considerada por muitos brasileiros uma das maiores cantoras da história do Brasil. É irmã caçula do compositor Caetano Veloso e da poetisa e escritora Mabel Velloso.
Nascida na Bahia, é a sexta filha de José Teles Veloso (Seu Zezinho), funcionário público dos Correios, e de Claudionor Viana Teles Veloso (Dona Canô).
Seu nome foi escolhido pelo irmão Caetano Veloso, inspirado em uma canção famosa à época, a valsa Maria Betânia, do compositor Capiba, um sucesso na voz de Nélson Gonçalves.
A data oficial da estreia profissional é 13 de fevereiro de 1965, quando substituiu a cantora e violonista Nara Leão no espetáculo Opinião pois a mesma precisou se afastar por problemas de saúde. Nesse mesmo ano, foi contratada pela gravadora RCA, que posteriormente transformou-se em BMG (atualmente Sony BMG), onde gravou o primeiro disco, lançado em junho daquele mesmo ano. O primeiro sucesso foi a canção de protesto Carcará, no repertório deste, que também incluía, dentre outras, as músicas Mora na filosofia, Andaluzia, Feitio de oração e Sol negro, esta última em dueto com Gal Costa (que à época ainda usava o nome artístico de Maria da Graça). Depois lançou um compacto triplo, Maria Bethânia canta Noel Rosa, que trouxe as músicas Três apitos, Pra que mentir, Pierrot apaixonado, Meu barracão, Último desejo e Silêncio de um minuto, acompanhada apenas por um violão, de Carlos Castilho. Ainda em 1966, depois de voltar à Bahia por um breve período, participou dos espetáculos Arena canta Bahia e Tempo de guerra, ambos dirigidos por Augusto Boal, também competindo em festivais. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, apresentou-se em teatros e casas noturnas de espetáculos, tornando-se assim nacionalmente conhecida.

  • Matheus Barbosa disse:
    23 de May de 2012 às 8:31 pm

    Mto Obrigado amigo!!

    Parabéns pela disposição para promover a nossa cultura.

    Abraços.

  • Melk Freitas disse:
    6 de October de 2012 às 2:58 pm

    O problema que vi foi só um, não tem o CD AMBAR, mas eu adorei mesmo a proposta de difundir nossa cultura, sugiro divulgar a Cantora Chrystal que é Potiguar, posso ajudar…

  • renato disse:
    11 de June de 2013 às 1:13 am

    Muito bom =)

  • Rodrigo disse:
    20 de August de 2013 às 3:58 pm

    MARAVILHOSO!!!
    PARABÉNS PELO SITE.

    MUITO OBRIGADO

  • Júlia Farias disse:
    29 de December de 2013 às 3:17 pm

    Muito bom!

Deixe seu comentário





Current day month ye@r *